.: A FREGUESIA
  .: Infraestruturas
  .: Cultura e Desporto
  .: Saúde e Educação
  .: Acessibilidades
  .: Economia
  .: Comunicação Social
  .: Caracterização Física
  .: Caracterização Humana
  .: Toponímia
  .: Colectividades
  .: Instituições
.: DADOS HISTÓRICOS
  .: Historia
  .: Ordenação Heraldica
  .: Topónimo
  .: Património
  .: Cronologia
  .: Lendas e Tradições
  .: Novo Concelho
  .: Comarca
  .: Personalidades
  .: Curiosidades
.: TURISMO E LAZER
  .: Turismo
  .: Festas e Romarias
  .: Gastronomia
  .: Trajes caracteristicos
.: MULTIMEDIA
  .: Galeria de Fotos
  .: Foto Reportagem
  .: Videos
  .: Mapa
.: ADMINISTRAÇÃO
  .: Administrar
  .: Webmail
  .: Requisitos
.: INDIQUE O SITE
O seu nome:  
Do amigo:  
O seu email:  
Do amigo:  
 
  • De acordo com documentos antigos desta região, recuperaram-se os trajes das Leiteirinhas, das Padeirinhas e dos Trouxas:
    • As Leiteirinhas vestiam uma blusa branca, saia preta e avental branco.
    • As Padeirinhas trajavam à maneira dos padeiros, com uma toalha e um gorro.
    • Da indumentária dos Trouxas, faz parte uma taleiga à moda militar.
  • Os elementos do Rancho “Margaridas da Serra" apresentam trajes característicos desta Região, que remontam a inícios do século XX, como os usados aquando da peregrinação anual a Nossa Senhora de Pranto, a Dornes.
    • Os homens vestem calça preta, camisa branca e colete com lenço vermelho no bolso. Usam uma cinta e, na cabeça, um chapéu preto. O cajado e a cabaçade vinho complementam a sua indumentária.
    • As mulheres trajam saia e blusa branca bordada. Usam um avental garrido sobre a saia e na cabeça, um lenço ainda mais garrido, apertado atrás. Calçam sapatos pretos sobre meias brancas de renda. À cintura, levam a algibeira, onde guardam o lenço e o terço. Na cabeça, sobre uma rodilha, colocam o cabaz com a merenda.









teresa gomes
Procuro informações sobre a origem do nome da rua da Centieira. Li que em tempos teria sido uma estrada real?Gostaria de saber mais sobre este detalhe.muito grata


Fernando Almeida Santos
Faz hoje 83 anos que Chão de Couce vibrava com as festas de inauguração do Retábulo de Nossa Senhora da Conceição na sua Igreja Matriz, obra (a última) do grande Mestre José Malhoa. \r\nNão venho aqui falar da beleza desta obra, nem do seu autor, porque para isso me falta engenho e arte. Mas posso falar do orgulho que todos sentem por termos na nossa Igreja tão bela obra.\r\nA comemoração dos 100 anos vem já aí. Será,  também para os que cá estiverem, oportunidade de fazer uma grande festa.



    
.: SONDAGEM

.: NEWSLETTER

Email:
 




33034 visitas até o momento.