.: A FREGUESIA
  .: Infraestruturas
  .: Cultura e Desporto
  .: Saúde e Educação
  .: Acessibilidades
  .: Economia
  .: Comunicação Social
  .: Caracterização Física
  .: Caracterização Humana
  .: Toponímia
  .: Colectividades
  .: Instituições
.: DADOS HISTÓRICOS
  .: Historia
  .: Ordenação Heraldica
  .: Topónimo
  .: Património
  .: Cronologia
  .: Lendas e Tradições
  .: Novo Concelho
  .: Comarca
  .: Personalidades
  .: Curiosidades
.: TURISMO E LAZER
  .: Turismo
  .: Festas e Romarias
  .: Gastronomia
  .: Trajes caracteristicos
.: MULTIMEDIA
  .: Galeria de Fotos
  .: Foto Reportagem
  .: Videos
  .: Mapa
.: ADMINISTRAÇÃO
  .: Administrar
  .: Webmail
  .: Requisitos
.: INDIQUE O SITE
O seu nome:  
Do amigo:  
O seu email:  
Do amigo:  
 
Pratos Típicos:
rn
    rn
  • rn
    Cozido com Couves, Cominhos e Carne de Peito (prato típico da matança do porco);
  • rn
  • rn
    Cacholada das Matanças (prato típico da matança do porco);
  • rn
  • rn
    Couves Miúdas com Feijão-Frade;
  • rn
  • rn
    Migas de Broa acompanhadas de Sardinha Assada;
  • rn
  • rn
     Sarrabulho.

rn
Couves com Cominhos

rn
Ingredientes: carne da barriga, bofe, espinhela, coração, goela, presunto (do ano anterior), chouriço ou salpicão (da matança anterior), morcela (feita na véspera, dia da matança), azeite q.b., couve lombarda branca, cominhos, arroz e sal q.b.

rn
Preparação: Cozer as carnes temperadas com sal, um poucochinho de caminhos e um fio de azeite. Depois de cozidas, retiram-se as carnes e um pouco de caldo, colocando no restante as couves bem apertadas. Deixar cozer e, perto do final da cocção, acrescentar mais cominhos. Fazer arroz no caldo que se separou da cozedura das carnes. Servir em travessas separadas, urna com couves; outra com as carnes gordas, os enchidos e o presunto; urna terceira, com o coração, bofe, goela e espinhela; e a última, com arroz.

rn
Cacholada das Matança

rn
Ingredientes: ossos do espinhaço, costelas, alho, vinho tinto, colorau picante, louro, azeitem, mioleira, batata e sal q.b.

rn
Preparação: Cortar os ossos e as costeletas em bocadinhos pequenos, colocar num tacho de barre juntamente com os alhos picados, o louro, o colorau picante, um pouquinho de vinho tinto e o azeite, e levar a refogar em lume brando. Acrescentar uns golinhos de vinho, de quando em quando. Quando o refogado estiver quase pronto, adicionar os miolos (mioleira) desfeitos, para ajudar a engrossar o molho. Servir acompanhado de batatas cozidas.

rn
Vinhos da Região: São néctares da região, os Vinhos Maduros (Tinto e Branco).

rn
Doces Regionais: Reinam sobre a confeitaria da região, Arroz Doce, merendeiras doces e Bolo de Noiva.

rn







teresa gomes
Procuro informações sobre a origem do nome da rua da Centieira. Li que em tempos teria sido uma estrada real?Gostaria de saber mais sobre este detalhe.muito grata


Fernando Almeida Santos
Faz hoje 83 anos que Chão de Couce vibrava com as festas de inauguração do Retábulo de Nossa Senhora da Conceição na sua Igreja Matriz, obra (a última) do grande Mestre José Malhoa. \r\nNão venho aqui falar da beleza desta obra, nem do seu autor, porque para isso me falta engenho e arte. Mas posso falar do orgulho que todos sentem por termos na nossa Igreja tão bela obra.\r\nA comemoração dos 100 anos vem já aí. Será,  também para os que cá estiverem, oportunidade de fazer uma grande festa.



    
.: SONDAGEM

.: NEWSLETTER

Email:
 




33717 visitas até o momento.